A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) em fevereiro foi de 1,09%, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em janeiro, a inflação havia sido de 1,01%. O resultado ficou dentro das estimativas dos analistas, que esperavam elevação entre 0,85% e 1,20%, e levemente acima da mediana de 1,07%.

Com o resultado divulgado hoje, o IGP-DI acumula altas de 2,11% no ano e de 0,77% nos 12 meses encerrados em fevereiro. A taxa acumulada do IGP-DI é utilizada como indexador das dívidas dos Estados com a União.

No caso dos três indicadores que compõem o IGP-DI de fevereiro, o Índice de Preços do Atacado – Disponibilidade Interna (IPA-DI) avançou 1,38% em fevereiro, após registrar alta de 0,96% no primeiro mês do ano. Por sua vez, o Índice de Preços ao Consumidor – Disponibilidade Interna (IPC-DI) teve alta de 0,68% em fevereiro, ante aumento de 1,29% em janeiro. Já o Índice Nacional do Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI) apresentou elevação de 0,36% no mês passado, em comparação com a taxa positiva de 0,64% em janeiro. O período de coleta de preços para o IGP-DI de fevereiro foi do dia 1º ao dia 28 do mês passado.