Os R$ 3 bilhões que serão investidos em 22 empreendimentos de 14 aeroportos pela segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) referem-se apenas a investimentos novos, informou hoje o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Murilo Marques Barboza.

Outros R$ 3 bilhões, segundo Barboza, também devem ser aplicados em obras para o setor, mas já estão programados no PAC 1. “60% desse total são recursos da própria Infraero e 40% provenientes do Tesouro Nacional”, disse durante entrevista coletiva que ocorreu após o lançamento do PAC 2.

Há previsão de que aproximadamente 30 obras de aeroportos em todo Brasil estejam terminadas ainda neste ano ou em 2011, pois são parte do PAC 1, informa o executivo.