O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) fechou fevereiro com variação de 0,27% na cidade de São Paulo, abaixo da terceira quadrissemana do mês (0,32%) e de janeiro (0,46%). O resultado foi divulgado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e ficou igual a mediana das expectativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de 0,23% a 0,41%.

O grupo Habitação teve taxa de 0,21% em janeiro, avançou para 0,39% na terceira quadrissemana de fevereiro, mas recuou um pouco no encerramento do mês (0,37%). Alimentação registrou variação de 0,68% em janeiro, caiu para 0,39% na terceira prévia do mês passado e teve nova baixa no dado divulgado hoje (0,33%). No segmento Transpores a taxa era de -0,30% em janeiro, subiu para 0,14% na terceira leitura de fevereiro e alcançou 0,34% no fechamento do mês. Despesas Pessoais registrou 0,59% no mês retrasado, recuou para 0,30% na terceira prévia de fevereiro e fechou o mês em 0,29%. Saúde também desacelerou no período – passou de 0,42% em janeiro para 0,25% na terceira quadrissemana de fevereiro e recuou para 0,21% no índice fechado. Vestuário apontou deflação de 0,56% em janeiro, de 0,40% na terceira apuração de fevereiro e de 0,61% no fechamento do mês. Após forte elevação em janeiro (5,95%), Educação desacelerou para 1,31% na terceira leitura de fevereiro e, agora, apontou mais uma queda, para 0,13%. Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:

Habitação: 0,37%

Alimentação: 0,33%

Transportes: 0,34%

Despesas Pessoais: 0,29%

Saúde: 0,21%

Vestuário: -0,61%

Educação: 0,13%

Índice Geral: 0,27%