A inflação na cidade de São Paulo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu de 0,18% em dezembro para 0,48% na primeira leitura de janeiro. No mesmo período do mês passado, a inflação foi de 0,20%. Divulgado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o IPC ficou dentro das projeções dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que esperavam uma taxa de 0,20% a 0,51%, com mediana de 0,36%.

Dos sete grupos que compõem o IPC apresentaram alta Habitação (de 0,11% para 0,18%), Alimentação (de -0,24% para 0,44%), Transportes (de 0,43% para 1,19%), Saúde (0,20% para 0,31%) e Educação (de 0,10% para 0,79%). Desaceleraram os grupos Despesas Pessoais (de 0,53% para 0,52%) e Vestuário (de 0,81% para 0,34%). Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:

Habitação: 0,18%

Alimentação: 0,44%

Transportes: 1,19%

Despesas Pessoais: 0,52%

Saúde: 0,31%

Vestuário: 0,34%

Educação: 0,79%

Índice Geral: 0,48%