A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou desaceleração ou deflação mais intensa em quatro das sete capitais pesquisadas na quadrissemana de até 30 de junho, ante a leitura anterior, de até 22 de junho, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

No período, as cidades que registraram taxa de inflação menor ou deflação mais intensa foram Belo Horizonte (de 0,26% para 0,15%), Brasília (de 0,28% para 0,24%), Recife (de -0,12% para -0,38%) e Rio de Janeiro (de -0,05% para -0,09%). Já a cidade de São Paulo registrou deflação mais fraca, de -0,48% no dado fechado de junho ante -0,50% na prévia anterior. As cidades de Porto Alegre (-0,20% para -0,19%) e Salvador (0,20 para 0,26%) também registraram queda menor ou aceleração da alta nos preços.