O Banco Central revelou nesta quinta-feira, 24, a informação mais esperada pelo mercado financeiro dos últimos dias: sua projeção para o IPCA de 2016. Segundo Relatório Trimestral de Inflação, divulgado nesta quinta, a inflação subirá 5,3%, pelo cenário de referência, no ano que vem. A estimativa anterior da autoridade monetária era de 4,8%. A promessa do BC é entregar a inflação na meta de 4,5% no fim de 2016. Já no cenário de mercado, a previsão de alta de 5,1% para o próximo ano foi substituída pela de 5,4%.

Estas estimativas serão fundamentais para os analistas do setor privado calibrarem suas previsões para a próxima decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para o final de outubro. A dúvida é sobre se o BC manterá a Selic em 14,25% ao ano por “tempo suficientemente prolongado”, como indicou na ata da última reunião do Copom, ou se reiniciará o processo de aperto monetário.

A mediana das previsões do mercado para o IPCA de 2016 está há sete semanas em alta e, na última segunda-feira, 21, atingiu 5,70% no Relatório de Mercado Focus. No grupo Top 5, que reúne as cinco instituições que mais acertam as estimativas para o índice no médio prazo, a mediana das previsões está em 5,98%.