O Japão estuda um novo pacote de estímulo de pelo menos US$ 31 bilhões no atual ano fiscal, que incluiria medidas para conter a valorização do iene e a queda dos preços das ações, disse hoje o porta-voz do governo japonês, Hirofumi Hirano. O governo precisa adotar uma “medida tendo em vista o fortalecimento do iene e dos problemas relacionados aos preços das ações” e planeja gastar “pelo menos 2,7 trilhões de ienes (US$ 31 bilhões)”, disse o porta-voz.

 

Os preços das ações japonesas têm sido afetados nas últimas semanas pela alta do iene, que na semana passada atingiu seu maior valor diante do dólar em 14 anos. O fortalecimento da moeda japonesa prejudica os exportadores por fazer com que seus produtos fiquem mais caros no exterior. As informações são da Dow Jones.