O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços do Japão caiu para 50,6 em julho, de 52,1 em junho, segundo dados da Markit. Mesmo com o novo recuo na leitura atual, o PMI de serviços permaneceu acima da marca de 50 – que separa contração de expansão – pelo nono mês consecutivo. Por outro lado, este foi o crescimento mais fraco do índice nos últimos nove meses.

No sétimo mês do ano, tanto o emprego no segmento de serviços quanto as novas encomendas do setor registraram estagnação.

O PMI composto do Japão, que abrange tanto a indústria quanto serviços, caiu para 50,7 em julho, de 52,3 em junho.