A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgou nesta quarta-feira, 14, que a liquidação financeira das operações de novembro do mercado de curto prazo movimentou R$ 2,109 bilhões. O montante não considera R$ 1,055 bilhão levado à liquidação hoje, mas não consumado em função da extensão do prazo para pagamento até 30 de janeiro. O adiamento decorre em razão de diferimento parcial da liquidação deliberado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta semana.

A liquidação total de R$ 3,412 bilhões referente às operações de novembro também contou com uma inadimplência de 7,25%, equivalente a R$ 247,5 milhões.

Participaram da liquidação 2.613 agentes, sendo 2.151 credores e 462 devedores. “Destes, nove estão inadimplentes, sendo que oito possuem procedimento de desligamento por descumprimento de obrigação já iniciado e, destes, dois estão cobertos por liminares”, informou em nota a CCEE. A Câmara não fornece detalhes sobre a inadimplência.