O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou nesta segunda-feira, 14, que o engenheiro Oswaldo Pedrosa será o presidente da Pré-Sal Petróleo S/A (PPSA), estatal criada para administrar e fiscalizar a exploração de petróleo do pré-sal no regime de partilha. Pedrosa era gerente-executivo da HRT. O primeiro leilão do pré-sal está marcado para o dia 21.

Lobão anunciou que o diretor técnico e de fiscalização da PPSA será Edson Yoshihito Nakagawa. O diretor de gestão de contratos será Renato Marcos Darros de Matos e o diretor de administração, controle e finanças será Antonio Cláudio Pereira da Silva. “São profissionais da mais alta categoria. Todos já trabalharam na Petrobras e atualmente estavam atuando no setor privado”, afirmou Lobão.

O ministro ressaltou que não houve qualquer participação externa no processo de escolha dos diretores. “Esses nomes agora irão dirigir essa grande e poderosa empresa, que vai representar a União em todos os blocos”, disse.

Segundo o ministro, o orçamento inicial da PPSA, para este ano, será de R$ 15 milhões, para atender necessidades mais urgentes. “No próximo ano, ela terá outro tipo de orçamento”, afirmou. Lobão disse ainda que o secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Marco Antonio Martins Almeida, será o presidente do Conselho da PPSA e ressaltou que o conselho estará acima da diretoria da empresa.