O Bradesco apresentou lucro líquido de R$ 4,007 bilhões no primeiro semestre, um crescimento de 27,9% em relação ao mesmo período do ano passado. A rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio ficou em 36,3% no semestre. Do lucro total, R$ 2 782 bilhões (69%) advêm das atividades financeiras e R$ 1,225 bilhão (31%), das atividades de seguros, previdência e capitalização.

Os ativos totais alcançaram R$ 290,568 bilhões, com evolução de 24,7% em relação a junho de 2006. O retorno anualizado sobre os ativos totais médios foi de 2,9%, igual ao registrado no mesmo período do ano anterior. A carteira de crédito, considerando avais, fianças e cartões, atingiu o montante de R$ 130,819 bilhões, o que significa crescimento de 22,9% em relação a igual período do ano anterior.

As operações de crédito a pessoas físicas totalizaram R$ 49,832 bilhões, com expansão de 21,9%, enquanto os contratos destinados a pessoas jurídicas atingiram R$ 80,987 bilhões, uma evolução de 23,5%. Os recursos captados e administrados aumentaram 22,7% e somaram R$ 421,602 bilhões no primeiro semestre do ano. O patrimônio líquido terminou o período com R$ 27,515 bilhões, evoluindo 28,2% sobre igual período do ano anterior. O índice da Basiléia no semestre foi de 16,1%.