O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou por volta das 15h40 ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, empreendimento de US$ 8,4 bilhões com investimentos da Petrobras, que vai processar 165 mil barris de petróleo pesado da Bacia de Campos por dia a partir de setembro de 2013.

O presidente Lula cumpre agenda neste que é o seu segundo compromisso hoje no Rio de Janeiro, após participar de inauguração de centro esportivo na favela da Rocinha. Lula vai participar da assinatura dos dois primeiros contratos de grande porte para a contratação de obras do Comperj, no valor de R$ 2,56 bilhões. Até o momento foram realizadas no local 75% das obras de terraplenagem.

Lula chegou de helicóptero acompanhado da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e dos ministros de Minas e Energia, Edison Lobão, de Cidades, Márcio Fortes, e do Meio Ambiente, Carlos Minc.

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, será substituído no evento pelo diretor de Abastecimento e Refino, Paulo Roberto Costa. A diretora de Gás e Energia da estatal, Maria das Graças Foster, também deverá comparecer à cerimônia.