O Comitê Gestor do Simples Nacional aprovou a inclusão de 40 novas atividades profissionais no regime do Empreendedor Individual, que tem o objetivo que formalizar profissionais autônomos com renda anual bruta de até R$ 36 mil.

A partir de 1.º de dezembro deste ano, carroceiros que transportam mudanças, coveiros, dubladores, mestres de obras e até disc-jóqueis – os chamados DJs -, entre outros, poderão ter acesso a benefícios previdenciários, como aposentadoria e auxílio doença, pagando apenas cerca de R$ 60 por mês.

De acordo com nota divulgada ontem pela Receita Federal, 16 atividades foram retiradas do programa de formalização a pedido de suas respectivas entidades de classe. Entre elas estão boiadeiros, caçadores, seringueiros, pescadores e outras profissões extrativistas.