O ministro da Fazenda, Guido Mantega, aproveitou o intervalo da apresentação do terceiro balanço do Programação de Aceleração do Crescimento (PAC), no Palácio do Planalto, para anunciar aos presentes à cerimônia que o banco central americano (Fed) decidiu cortar em 0,75 ponto porcentual os juros norte-americanos, para 3,5% ao ano. "O que deve trazer calmaria aos mercados", disse Mantega. Descontraído, ele continuou: "Eles sabiam que íamos fazer o balanço do PAC hoje".

Antes, o ministro já havia feito outra brincadeira, comentando uma charge publicada hoje no jornal O Globo em que ele aparece ao lado do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, arrancando os cabelos. Ele disse que queria desmentir a charge. "Nem temos condições de arrancar os cabelos", disse Mantega, referindo-se à calvície que é uma características dos três integrantes da equipe econômica. Na verdade, a charge deixa explícito exatamente a calvície dos três.