O ministro da Fazenda, Guido Mantega, apresentou hoje no plenário da Câmara do Deputados documento mostrando a aceleração do ritmo de crescimento da massa salarial real, cuja variação no quarto trimestre de 2010 foi de 10% ao ano. No terceiro trimestre do ano passado, o crescimento havia sido de 9,1% ao ano, e no segundo, de 6,8% ao ano.

Mantega argumentou que, apesar do crescimento da população ocupada no período, a maior parte da expansão da massa salarial está relacionada ao rendimento real de todos os trabalhadores. No quarto trimestre de 2010, o nível de ocupação aumentou 3,5% ao ano, enquanto o rendimento real dos trabalhadores ficou 6,3% maior no período.