O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta sexta-feira, 16, que durante esta semana recebeu em seu escritório em São Paulo banqueiros para discutir temas relacionados aos projetos de concessão de obras de infraestrutura no Brasil e tratar do financiamento desses projetos. O ministro participou do Forum Nacional da Indústria, realizado na capital paulista pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

“Tecnicamente tratamos das concessões, porque gostaríamos que o setor privado estivesse participando mais”, disse Mantega, acrescentando que também conversou com representantes das instituições financeiras sobre a liberação de crédito.

De acordo com ele, está ocorrendo alguma contenção do crédito por alguns bancos privados. “Se não fosse isso, a economia teria crescido mais”, disse Mantega. Ele ressaltou, no entanto, que já tem visto alguns bancos aumentando as operações de concessão mas que, na avaliação dele, ainda está aquém do que o governo gostaria.

O ministro Mantega recebeu nesta semana para conversas no seu escritório em São Paulo os presidentes do BTG Pactual, André Esteves; do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, e, na quinta-feira, 15, o presidente do Santander, Jesús Zabalza.

O executivo do Santander disse que o tema da conversa, pelo menos com ele, tinha sido sobre a preocupação do governo em relação à participação do setor privado nos investimentos das obras de infraestrutura do Brasil. Zabalza disse que o Santander usará sua expertise mundial em financiamento de projetos de infraestrutura para ajudar o governo brasileiro a atrair investidores internacionais. Ele também afirmou que o banco Santander está disposto a atuar como “credor”, ou seja, financiar projetos de infraestrutura.