A empresa de alimentos Marfrig negou as negociações de venda de ativos no Brasil e no exterior. Hoje, o colunista da revista Veja Lauro Jardim, do Radar On-line, disse que a companhia estaria negociando a venda de seus ativos no Brasil à Minerva Foods e as operações no exterior à BRF.

“Reiteramos a inexistência de qualquer intenção de venda dos ativos mencionados na referida nota”, disse a empresa ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, por meio de comunicado.

Comentários sobre conversas da Marfrig com a Minerva para a negociação de ativos de bovinos no País circulam no mercado há algum tempo, mas ambas as empresas já tinham negado a informação. No encontro com jornalistas em Barretos, em agosto, questionado sobre o assunto, o presidente da empresa, Fernando Galletti de Queiroz, respondeu que “não comenta rumores”.

No início deste ano, quand a Marfrig anunciou que venderia ativos operacionais para se capitalizar, o Broadcast apurou que a BRF chegou a ter interesse nas operações da Keystone na Ásia. Porém, com a negociação da venda dos ativos da Seara Brasil e da Zenda para a JBS, não se falou mais nessa opção.