O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (5) que a instituição não tem metas referentes à cotação do dólar diante do real.

Em discurso, num evento promovido pela Associação Brasileira das Indústrias de Eletro-Eletrônica (Abinee), Meirelles disse que políticas de controle da moeda estrangeira já se mostraram ineficazes no passado. “O Banco Central não tem meta para taxa de câmbio, nem defende uma cotação específica”, disse.

Na quinta-feira (4), o dólar atingiu sua maior cotação desde abril de 2005 e chegou a R$ 2,536. Nesta sexta, por volta das 14h, a moeda norte-americana registrava alta de 2,44%, cotado a R$ 2,596.