O Ministério da Agricultura não havia sido informado até o início da tarde desta segunda-feira (6) sobre a suspensão por parte da Rússia do embargo imposto à carne bovina fornecida por sete frigoríficos brasileiros. "Tomara que seja", afirmou o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, Nelmon Oliveira.

A notícia do fim do embargo foi divulgada pela agência Prime-Tass. A informação é da agência reguladora de alimentos da Rússia. No final de maio, a Rússia suspendeu as importações de carne bovina fornecida por dez frigoríficos brasileiros alegando que certificados de exportação tinham sido falsificados e que embalagens chegaram violadas aos portos russos.