Rio de Janeiro – A busca pela modernidade e pela racionalidade é um fator que tem ajudado o setor brasileiro de tecnologia da informação a manter um nível de crescimento acima do crescimento da economia.

A avaliação é do presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro (Seprorj), Benito Paret. ?Hoje, para poderem competir, as empresas têm que procurar racionalidade e modernidade. E é por meio da tecnologia da informação que elas conseguem?.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação, Software e Internet (Assespro), desde 1995, o mercado de software vem crescendo à taxa média de 11%. A taxa é três vezes maior que o índice do mercado de hardware.

Os serviços de tecnologia da informação cresceram 15% em 2005, passando para 15,4% em 2006. De acordo com a entidade, a previsão é de crescimento em torno de 14% em 2007.

Para Paret, o lançamento da TV Digital, em dezembro passado em São Paulo, abre novas expectativas para o setor de informática do país e acelera o processo de convergência de mídias.