Abril foi o melhor mês da história da indústria automobilística, com cerca de 254 mil veículos vendidos. Antes, a melhor marca havia sido obtida em outubro do ano passado, com 244,5 mil unidades. No acumulado dos primeiros quatro meses deste ano, as vendas passam de 900 mil unidades, mais de 30% acima do resultado de igual período do ano passado, também recorde para um quadrimestre.

De janeiro a abril deste ano foram vendidos pelo menos 220 mil veículos a mais que no mesmo período de 2007. Até terça-feira (dia 29), faltando um dia para o encerramento de abril, o número de licenciamentos, incluindo caminhões e ônibus, somava 242,4 mil veículos novos. Como a média diária de emplacamentos está na casa de 12 mil unidades, o setor dava como certas vendas acima de 254 mil unidades. Em março foram vendidos 232,1 mil veículos e em abril de 2007, 179,3 mil.

No ano, até terça-feira (29), o total acumulado já era de 890,4 mil veículos, indicando que a marca de 900 mil unidades seria ultrapassada ontem. Do total de veículos licenciados no País, 848,2 mil são automóveis e comerciais leves e o restante, caminhões e ônibus. Em igual período de 2007, os licenciamentos nesse segmento somaram 639,6 mil veículos.

Dirigentes da indústria já prevêem que as vendas este ano vão crescer 20% em relação às 2,46 milhões de unidades vendidas em 2007. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), por enquanto, mantém uma projeção de crescimento de 17,5%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.