O terceiro trimestre do ano teve crescimento da atividade industrial em diversos setores, de acordo com os indicadores de julho divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Entre os segmentos de maior ritmo de evolução estão as montadoras de veículos, material eletrônico, máquinas e materiais elétricos, máquinas e equipamentos, produtos de metal, química, minerais não metálicos e outros equipamentos de transporte.

O faturamento da indústria automobilística, por exemplo, cresceu 15,9% na comparação com julho do ano passado, enquanto as horas trabalhadas no setor aumentaram 14,7% na mesma comparação. Da mesma forma, o emprego nas montadoras expandiu 10,8%, bem como o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci), com variação positiva de 5,8 pontos porcentuais.

Já o setor de material eletrônico apresentou aumento de 9,3% no faturamento ante julho de 2009, com 16% de crescimento no emprego. Dos 19 setores pesquisados, 14 apresentaram expansão do emprego a um ritmo maior do que a variação de junho, comparado com desempenho nos mesmos meses do ano passado.

De acordo com o documento da CNI, “de modo geral, a indústria voltou a crescer no terceiro trimestre e esse dinamismo é refletido no emprego, que cresce de forma contínua e disseminada”.