A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou o rating dos títulos do governo de Portugal em duas notas, de Aa2 para A1, com perspectiva estável. Em comunicado, Anthony Thomas, analista do Grupo de Risco Soberano da agência, afirma que “a força financeira do governo português continuará a diminuir no médio prazo”.

Thomas aponta a deterioração das métricas de endividamento do país, como a relação dívida/PIB e a relação dívida/receita, e diz que “as perspectivas de crescimento da economia portuguesa devem permanecer relativamente fracas, a menos que as recentes reformas estruturais frutifiquem do médio para o longo prazo”.

A Moody’s havia colocado o rating de crédito de Portugal em revisão para possível rebaixamento no dia 5 de maio. As informações são da Dow Jones.