A maior preocupação do brasileiro com a alta da inflação e o desemprego reduziu em abril o nível de confiança para consumir, conforme pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 27, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), medido pelo Ibope a pedido da entidade, ficou abaixo de 99 pontos em abril. Foi o pior resultado para o indicador desde junho de 2001.

O indicador de expectativa para a inflação do Inec recuou 4,4% em abril frente a março, o que influenciou na queda de 7,7% na perspectiva de compras de bens de maior valor. Já o índice sobre expectativa para o emprego caiu 9,8%. “Na comparação com março de 2015, os índices de expectativa de inflação e de desemprego recuam, indicando maior preocupação do consumidor com o cenário macroeconômico”, registrou a pesquisa.

Na contramão desses dois indicadores, as pessoas ouvidas pela pesquisa se disseram confiantes no aumento da renda pessoal (alta de 11,9%), na melhora da situação financeira (7,7% de crescimento em abril) e com o nível de endividamento (0,3%).

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 9 e 13 de abril.