O cálculo do preço ao produtor no novo modelo de remuneração da laranja deverá ter como base as cotações do suco na Bolsa de Nova York e no mercado físico da União Europeia. A proposta deve substituir a atual forma de remuneração, fixada por caixa de 40,8 quilos entregue à indústria processadora de suco de laranja.