No próximo dia 9 serão inaugurados os novos espaços e instalações da sede do Cento de Integração Empresa-Escola do Paraná (Ciee-PR) em Curitiba (Rua Ivo Leão, 42, Alto da Glória), readequados para melhor atendimento e conforto dos usuários dos programas de estágio, cursos gratuitos de capacitação profissional para estudantes e projetos sociais. O Ciee-PR é um associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, declarada de utilidade pública federal, estadual e municipal. Tem também o certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social concedido pelo Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS.

O Ciee-PR está presente em todo o Estado do Paraná, com 42 postos de atendimento, nos quais administra para cerca de 1.700 instituições de ensino a média de 30 mil estagiários/mês contratados pelas mais de 7.000 empresas conveniadas. A estrutura operacional ganhou maior agilidade no gerenciamento do sistema de estágio com a aquisição de novos equipamentos de informática, integrando on line todas as unidades operacionais da capital e interior do Estado.

Entre os benefícios para as instituições de ensino, estudantes e empresas parceiras, ressaltam-se a adoção da folha de freqüência de estagiários, o cadastro de estudantes e o cadastro de empresas, via internet, aquisição de seis servidores para atender às necessidades do Sistema de estágio, da unidade de resposta audivel-URA, do software de Gerenciamento de Grupos de atendimento-KS, do departamento de Informática, do servidor de arquivos, do servidor de aplicação, do firewall e do proxy.

Além dos avanços tecnológicos, o Ciee-PR realiza programas especiais para qualificação e o aperfeiçoamento profissional, tanto do seu quadro próprio de funcionários, quanto dos colaboradores, estudantes e estagiários das instituições de ensino e empresas parceiras, através da realização de cursos, palestras, seminários e debates motivacionais.

Projetos sociais

Na área de projetos sociais são disponibilizados diversos cursos gratuitos de capacitação e cidadania, em grande parte, freqüentados por estudantes do Ensino Médio de escolas públicas, oriundos de famílias de baixa renda. Entre eles destacam-se: informática básica; auxiliar administrativo departamento pessoal e contábil; iniciação aos serviços secretariais; princípios administrativos; robótica – empreendedorismo e gestão; oratória – arte de falar em público; marketing pessoal – a arte de se relacionar bem; e serviços de informação profissional, além de cursos a distância.

O número de estudantes beneficiados pelos cursos gratuitos tem crescido a cada ano, passando de 10.400, na primeira fase das atividades sociais, em 2003, para 23.300, no último ano.

O Ciee-PR está implantando também o Programa do Adolescente Aprendiz para facilitar às empresas o cumprimento da Lei nº 10.097/00, que estabelece a obrigatoriedade da contratação de jovens entre 14 e 24 anos em atividades de profissionalização. O primeiro convênio desse programa foi assinado com a Caixa Econômica Federal, beneficiando mais de 100 aprendizes.

Com o objetivo de gerar oportunidades de empregos para estudantes nas próprias comunidades em que vivem, dezenas de prefeituras e câmaras municipais do Paraná aprovaram legislação específica, criando os programas de Incentivo à Profissionalização de Estudantes (Lei do Pipe). Em parcerias com o Ciee, tais programas facilitam a participação de estudantes nos cursos de treinamento para o trabalho, a contratação de estagiários e a futura vida profissional.