O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Helder Queiroz, afirmou nesta terça-feira, 08, que das 11 empresas inscritas para o leilão de Libra, nove depositaram as garantias. “Isso não quer dizer que as outras duas empresas não estejam, porque elas podem ter tido as garantias aportadas pelo líder do consórcio”, afirmou o regulador, citando que esse tipo de prática já foi vista em rodadas anteriores realizadas pela ANP.

Queiroz não revelou detalhes sobre quais empresas depositaram as garantias e nem se já há formação de algum consórcio. No entanto, o diretor da ANP afirmou que está afastado o risco de um único consórcio para o leilão. “Devemos ter entre dois e três consórcios”, disse o executivo, que participa de seminário do grupo de Economia de Energia (GEE/UFRJ). O valor total de garantia para um consórcio é de R$ 156 milhões.

O leilão do campo de Libra está marcado para o dia 21 e será a primeira licitação de uma área do pré-sal com o novo regime de partilha.