Os supermercados recém-inaugurados em Curitiba, ou em fase de instalação na capital, estão trazendo investimentos de cerca de R$ 86 milhões e gerando 2.165 empregos diretos. É o ano em que os supermercados mais têm investido no Paraná. Para atender a esta grande demanda, o governo do Estado fez parceria com os empresários, para intermediar, selecionar e preparar os candidatos às novas vagas.

“É uma parceria que se tornou necessária porque, junto com os novos investimentos industriais atraídos ao Paraná, as áreas de comércio e serviços passaram automaticamente a crescer na mesma proporção”, diz o governador Jaime Lerner.

O secretário do Emprego e Relações do Trabalho, Newton Grein, explica que foi criado um setor especial só para atender a demanda dos supermercados e das grandes empresas na Agência do Trabalhador, em Curitiba.

Do início do ano até agora, foram inaugurados o Condor Supercenter, no Centro Cívico, um investimento de R$ 24 milhões que gerou 450 empregos; o Condor de Araucária, que recebeu R$ 6 milhões e abriu 170 vagas, e o Pão de Açúcar do bairro Água Verde, um investimento de R$ 6 milhões, garantindo ocupação para mais 180 trabalhadores.

Em outubro, Curitiba ganhará mais dois supermercados. Um deles é o da rede catarinense Angeloni, que está investindo R$ 18,5 milhões também no bairro Água Verde. Serão gerados 500 empregos. O outro é o Mufatto, no bairro Portão, que aplica R$ 20 milhões na construção de uma unidade, que vai gerar mais 515 ocupações.

Para esses dois empreendimentos – Angeloni e Mufatto – a Agência do Trabalhador ainda está realizando o processo seletivo de candidatos. “São empresas que oferecem muitos benefícios como vale-transporte, alimentação, cesta básica, assistência médica e até bolsa de estudo”, conta o agente empresarial da agência, Diego Luiz Severiano. “No caso do Angeloni, 40 vagas estão sendo destinadas para pessoas com mais de 50 anos”.

Ainda este ano, a previsão é de que o Grupo Pão de Açúcar inaugure mais duas lojas em Curitiba, uma no Batel e outra no Champagnat. Cada supermercado vai ter um investimento médio de R$ 6 milhões e gerar 180 empregos diretos. O processo de seleção de candidatos para a loja do Champagnat já terminou. Já para a loja do Batel, as inscrições começam em outubro.

O setor de supermercados no Paraná emprega aproximadamente 45 mil pessoas em 2.400 lojas. Só na região de Curitiba, são 350 lojas com 12 mil funcionários. Segundo o presidente da Associação Paranaense dos Supermercados (Apras), Pedro Zonta, o Paraná atrai grande número de novas lojas porque tem uma agroindústria forte. “Isto também favorece a compra de produtores e fornecedores locais a preços mais competitivos”.

Ministro Jobim em Curitiba

O ministro do Trabalho, Paulo Jobim Filho, estará em Curitiba nesta terça-feira (20) para participar das comemorações dos 25 anos do Sine do Paraná e para assinar protocolos que vão garantir o envolvimento das Agências do Trabalhador do Paraná na intermediação de empregos e no treinamento da mão-de-obra para os novos supermercados de Curitiba.

Junto com o governador Jaime Lerner, o ministro assinará acordos com os supermercados Mufatto e Pão de Açúcar e, ainda, com outras empresas que também vão gerar novos empregos. A solenidade incluirá também a assinatura de um acordo com o Senai para reserva de vagas para portadores de necessidades especiais em seus treinamentos.

Aproveitando a solenidade, que começa às 9h30, no Palácio Iguaçu, o ministro e o governador darão posse aos novos integrantes do Conselho Estadual do Trabalho e prestarão uma homenagem a seis funcionários com 25 anos de serviços prestados dentro do Sine-PR. Às 11 h, o ministro Jobim Filho e Lerner inauguram oficialmente a Agência do Trabalhador, na Rua Pedro Ivo, 744.