O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que está “absolutamente confiante” que seus planos para reavivar a economia e restaurar a estabilidade no sistema financeiro irão funcionar. Um dia após o índice de ações Dow Jones, da Bolsa de Nova York, cair para o menor nível em quase 12 anos, Obama disse que não olha para as “oscilações diárias” dos mercados financeiros.

“Estou absolutamente confiante que o crédito fluirá novamente, que as empresas verão oportunidades para investimentos e que começarão a contratar outra vez”, disse Obama.

Falando para jornalistas no Salão Oval e na companhia do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, Obama disse que o sistema financeiro ainda mostrará “muitas perdas” e alertou que haverá “ajustes e sobressaltos” à medida que a economia volta à solidez.

A reunião de Obama com Brown concentrou-se na resposta coordenada à crise financeira antes da reunião do G-20 em Londres no mês que vem. “Haverá uma grande mudança regulatória”, disse Brown. “Apenas começamos a conversar, Barack e eu, sobre a necessidade de supervisão adequada”. Ele afirmou que um “new deal” (novo acordo) global é possível nos próximos meses. As informações são da Dow Jones.