A Oi, maior empresa de telecomunicações do Brasil, está entrando no mercado de TV por assinatura, com a intenção de aproveitar o potencial existente no País para este tipo de serviço e oferecer a liberdade de escolha ao cliente.

A empresa lançou ontem o OiTV, com diferentes possibilidades de acréscimo de canais, a partir de um pacote principal com 26 canais. A transmissão é via satélite, com sinal digital.

Segundo Abel Camargo, diretor de TV da Oi, os objetivos são democratizar o serviço de TV por assinatura e oferecer o melhor pacote inicial do mercado. Até 11 de dezembro, quem adquirir o OiTV vai pagar R$ 29,90 por mês em um contrato de um ano.

Dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) indicam 6,9 milhões de assinantes de TV no Brasil. No Paraná, são 372 mil, o que representa 5,4% do total. A penetração da TV por assinatura nos domicílios paranaenses chega a 13,7%.

“Ainda é um número bem pequeno e a OI vem com o objetivo de aumentar este índice e também ter participação relevante no mercado”, comenta Camargo. Ele estima que o mercado de TV por assinatura deve dobrar em cinco anos.

Com o novo serviço, a Oi vai gerar 300 a 400 empregos diretos em todo o Estado. A OiTV já foi lançada no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande Sul. Agora, chega ao Paraná e Santa Catarina.

A meta da empresa é alcançar dois dígitos de participação no mercado no Estado. O índice exato não foi revelado. Primeiramente, a OiTV estará disponível em todos os 19 municípios da Região Metropolitana de Curitiba.

A partir de 1º de dezembro, o serviço será disponibilizado para outras dez áreas no interior do Estado, totalizando 128 cidades. E, em janeiro de 2010, a cobertura será completa no Estado.

O interessado pode adquirir o pacote principal (canais de filmes, séries, esporte, variedades e infantil) por R$ 29,90 neste mês de lançamento, sem qualquer custo adicional de adesão ou de instalação do equipamento.

É possível acrescentar mais 17 canais ao pacote básico por R$ 14,90 (infantil, filmes, esportes, cultura, notícias, variedades, filmes e séries). Ou ainda optar por um pacote a mais de filmes por R$ 19,90 ou por R$ 29,90, dependendo da quantidade de canais.

“Diferentemente do que existe hoje no mercado, que para assinar o pacote máximo é preciso ter os pacotes intermediários, a Oi inova com esta estrutura modular. É um grande diferencial”, avalia Camargo.

Quem aproveitar a oferta de lançamento, depois dos doze primeiros meses vai pagar uma mensalidade de R$ 39,90. Após o mês de oferta, o pacote principal vai custar R$ 39,90 para quem tem telefone fixo da Oi e R$ 49,90 para o restante do público.

Por enquanto, não há possibilidade da instalação de ponto adicional. Com a estratégia de convergência da Oi, que já oferece telefonia fixa, telefonia móvel e internet, a empresa posteriormente vai oferecer pacotes aos clientes.

O primeiro será a associação com a telefonia fixa e depois com os demais produtos. “Isto traz comodidade, praticidade, benefício e também economia”, esclarece Camargo.

Uma das inovações da Oi na TV por assinatura é a exibição de um canal próprio com conteúdo, e não “apenas para explicar como usa o controle”. Mais informações no site www.oitv.com.br ou pelo telefone 4002-2286. A partir do dia 16 de novembro, será possível adquirir a TV por assinatura em qualquer loja da Oi.