Rio

(Das agências) Os médicos escolheram a Amil como o pior plano de saúde do estado de São Paulo. No Rio, a eleita foi a Golden Cross. Em Minas Gerais, o Instituto de Previdência Social do Estado (Ipsemg). Esse é o resultado da pesquisa patrocinada pela Associação Médica Brasileira (AMB), pelo Conselho Federal de Medicina, pela Confederação dos Médicos do Brasil e Federação Nacional dos Médicos, divulgada ontem em São Paulo.

O levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas DataFolha ouviu 2.160 médicos em todo o país. Os piores planos de saúde do Rio são Golden Cross, Amil e Geap, na opinião dos médicos. Em São Paulo, o segundo lugar do ranking é da Samcil e, o terceiro, da Intermédica Saúde. Segundo o presidente da AMB, Eleuses Paiva, os planos foram avaliados por critérios como interferência na autonomia dos médicos, burocracia e honorários pagos. Segundo ele, a existência de muitas operadoras locais impediu a elaboração de um ranking nacional dos piores planos de saúde. “Hoje mais de 50% das operadoras de planos de saúde são regionais. Para não haver distorções preferimos listar os piores de cada estado”, afirmou Paiva.