A presidente Dilma Rousseff e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, nomearam o engenheiro Oswaldo Pedrosa presidente da Pré-Sal Petróleo (PPSA), estatal que irá administrar e fiscalizar a exploração de petróleo do pré-sal no regime de partilha. Pedrosa era gerente executivo da HRT. O decreto de nomeação de Pedrosa está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 7. Ele foi confirmado para o comando da nova estatal em outubro.

O Diário Oficial de hoje também traz a nomeação de membros do Conselho de Administração da PPSA. O colegiado será presidido pelo secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Marco Antonio Martins Almeida. Também fazem parte do conselho a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard; o ministro de Portos, Antonio Henrique Pinheiro Silveira; e o próprio presidente da PPSA, Oswaldo Pedrosa. Todos terão mandato de quatro anos, exceto Pedrosa, com três anos, mesmo prazo de gestão na presidência da estatal.

Ainda foram nomeados três diretores da empresa: Antonio Claudio Pereira da Silva para Administração, Controle e Finanças; Edson Yoshihito Nakagawa para Gestão de Contratos; e Renato Marcos Darros de Matos para a Diretoria Técnica e de Fiscalização. Segundo o governo, os três dirigentes já trabalharam na Petrobras e agora vêm do setor privado. Eles terão mandato de três anos.