O dado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de outubro, divulgado mais cedo pelo Ministério do Trabalho e Emprego, é o pior para o mês em questão desde 2008. Segundo os números do ministério, em outubro daquele ano as contratações superaram as demissões em apenas 61 mil postos. No mês passado, o saldo líquido foi de 126 mil vagas.

Em outubro do ano passado, foi de 205 mil e, em 2009, de 231 mil – recorde para o mês de toda a série histórica do Caged, que teve início em 1992. Todos os números apresentados pelo ministério não sofreram revisões.

No acumulado do ano até outubro, as contratações de trabalhadores com carteira assinada superaram as demissões em 2.241.574 postos. Em idêntico período do ano passado, o saldo das efetivações de vagas formais foi de 2.742.001. No acumulado dos 10 primeiros meses do ano houve uma redução na criação de empregos da ordem de 18,3% na comparação com janeiro a outubro de 2010.