Estes são alguns detalhes da proposta apresentada ontem pelo presidente Bush:

– Tomadores de empréstimos, que têm vários meses de pagamentos atrasados, ainda podem se habilitar para um empréstimo da FHA se estas inadimplências forem apenas uma ponta nas hipotecas pós-fixadas existentes.

– Um novo sistema de precificação, baseado em risco para seguros da FHA, entrará em vigor em 1.º de janeiro e cobrará prêmios maiores de mutuários com maiores chances de inadimplência, mas também significará acesso mais amplo ao programa.

– Como sob os termos atuais da FHA, os tomadores de empréstimos devem oferecer 3 por cento do valor do financiamento em dinheiro ou na forma de uma participação no imóvel.

– Parlamentares devem analisar uma reforma da legislação da FHA quando retornarem do recesso de verão local. Um plano de reforma apoiado por Bush permitiria financiamento de 100 por cento e, então, abriria garantias da FHA para mais tomadores de empréstimos subprime.