O Ministério do Trabalho informou hoje que o saldo líquido de empregos criados com carteira assinada no País em julho foi de 181.796 vagas.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a geração de vagas de emprego superou as demissões em 1.655.116 postos formais de trabalho no período de janeiro a julho de 2010, número recorde para os primeiros sete meses de um ano desde o início da série histórica, em 1992.

A meta do governo é atingir 2,5 milhões de empregos novos com carteira assinada este ano, já descontadas as demissões.