Os governos dos quatro maiores países da Europa estão buscando maneiras para que a União Europeia possa aumentar o crédito para as pequenas empresas e criar empregos para os jovens sem recuar no rigor fiscal. Os ministros das Finanças e do Trabalho de Alemanha, França, Itália e Espanha se reuniram nesta sexta-feira em Roma, em preparação para o encontro de cúpula europeu dos dias 27 e 28 de junho.

Em entrevista coletiva ao fim da reunião, os ministros disseram que discutiram novas ferramentas de financiamento para pequenas e médias empresas, inclusive “minibônus” apoiados por bancos, recursos governamentais e do Banco Europeu de Investimentos (EIB). O ministro das Finanças da Itália, Fabrizio Saccomanni, afirmou que o EIB poderá disponibilizar até 60 bilhões de euros para empresas.

“O EIB precisa desempenhar um papel central nisso”, disse o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble. Saccomanni também disse que “há um consenso para transmitir um sinal forte sobre a questão de reduzir efetivamente o desemprego entre os jovens”. Fonte: Dow Jones Newswires.