O grupo dos 20 países mais ricos do planeta registrou uma modesta aceleração na economia entre o trimestre final de 2011 e o início deste ano, conforme estimativas divulgadas hoje pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

A OCDE calcula um incremento de 0,8% do PIB (Produto Interno Bruto) somado dos 20 países no primeiro trimestre, um pouco acima do aumento de 0,7% estimado para o quarto trimestre do ano passado.
Austrália, Alemanha, Japão, Coreia do Sul e México foram os países que registraram uma taxa mais acelerada de crescimento do PIB entre os dois trimestres.

A variação desses trimestres ainda é estimada com base em dados preliminares e pode sofrer revisão nos próximos meses. O cálculo é prejudicado também pela ausência de estatísticas mais recentes da Turquia, Arábia Saudita e Argentina.
No primeiro trimestre, o país que teve o crescimento mais robusto (1,8%) foi a China, seguida de perto pela Alemanha, Austrália, índia e México -todos com um aumento do PIB estimado em 1,3%.

O PIB do Brasil, segundo a estimativa, teve um crescimento de 0,2% no primeiro trimestre -modesto em relação aos anteriores, mas melhor do que os desastres verificados para a Itália (contração de 0,8%) e Reino Unido (queda de 0,3%).