Brasília – O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, se reuniu esta noite com o comando de greve do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais, parados desde o dia 13 de abril último. O ministro se propôs a discutir as reivindicações da categoria, desde que voltem ao trabalho, segundo informou a presidente da entidade, Maria Lúcia Fattorelli. Ela anunciou a realização de assembléias amanhã em todo o país para discutir a proposta.

São 7.200 auditores fiscais da Receita Federal em todo o país. Segundo a sindicalista, 80% estão em greve. Eles reivindicam o mesmo patamar de reajuste dado a outros setores da área jurídica, como a Advocacia Geral da União, que teve aumento de 7% a 24% no vencimento base em 2004 e a promessa de 14% a 18% para o ano que vem. Os auditores fiscais querem também a manutenção de gratificação, já prometida.

Durante o dia, os auditores fiscais realizaram manifestação em frente ao Ministério da Fazenda. Eles montaram barracas e fizeram apitaço.