Após contato estabelecido entre o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN), e a Arbeitsgemeinschaft Industrieller Forschungsvereinigungen ?Otto von Guericke? e.V. (AIF) – instituição alemã que reúne 40 mil empresas ligadas a diversos setores industriais, envolvidos em pesquisas e desenvolvimento de tecnologia, foi firmado acordo, estabelecido durante a Feira de Hannover, que prevê uma visita técnica de industriais alemães ao Paraná em junho.

Em novembro, o Paraná vai receber uma missão empresarial da Alemanha. O diretor de Novos Negócios da Fiep, Hen-rique Santos, explica que o objetivo da missão alemã é a realização de rodadas de negócios, parcerias, joint-ventures e repasse de tecnologia. ?Queremos intensificar as relações comerciais com a Alemanha, que em 2004 foi o quarto comprador de produtos paranaenses e o segundo país onde mais compramos produtos?, diz.

No ano passado, foram exportados US$ 577 milhões para a Alemanha. As importações chegaram a US$ 522 milhões, gerando um saldo positivo para o Estado de US$ 54 milhões. Atualmente, a Alemanha é a terceira maior economia do mundo, sendo que o Produto Interno Bruto (PIB) em 2004 ficou em US$ 3 trilhões e o país é quarto maior importador mundial.

Rodadas de negócios

A representante do CIN/Fiep, Viviane Iark, informa que os resultados obtidos na Feira de Hannover não se limitaram apenas ao agendamento da missão comercial em novembro. Os industriais e representantes institucionais paranaenses realizaram uma série de encontros empresariais, promovidos pela Fiep, pela sua congênere do Rio Grande do Sul e o Eurocentro, braço da Comunidade Européia no Paraná. Eles estiveram durante dois dias participando da rodada de negócios com 35 indústrias alemãs. As indústrias paranaenses conversaram com um grupo de empresas européias que faturaram em 2004 em torno de US$ 14 bilhões.

O coordenador de Novos Negócios da Fiep, Henrique Santos, responsável pelo Centro Internacional de Negócios da entidade, informa que o encontro aconteceu entre empresas da Itália, Luxemburgo, França e Alemanha, dos setores de automação industrial e automotiva e tratamento de superfície.

Em média, o estande do Paraná teve uma média de 85 visitas ao dia de industriais vindos da Europa, Ásia e América Latina. No total, a Feira de Hannover teve 205 mil visitantes, um público 20% maior que em 2004. Henrique Santos explica que nestes primeiros contatos ainda não foram fechados negócios, mas várias conversações estão em andamento.

Para que as empresas paranaenses conheçam melhor os empresários europeus, o Sistema Fiep colocou os industriais em contato com representantes da União Européia, que coordenam o programa da AL-Invest. O programa atua no desenvolvimento e cooperação econômica e na internacionalização de empresas da América Latina. Por meio da AL-Invest, os paranaenses têm dados atualizados do mercado e também acesso às empresas européias e latino americanas, filiadas ao programa.