Carlos Soares / SECS
Carlos Soares / SECS

O Estado alcançou em maio a marca de US$ 1,086 bi em exportações.

O Paraná alcançou em maio deste ano a marca de US$ 1,086 bilhão em exportações. O resultado foi 55% maior que o verificado no mesmo período do ano passado. Já as importações no mês atingiram US$ 740 milhões, crescimento de 145%. Mesmo com o aumento maior das importações, o saldo da balança comercial do Estado no mês ficou em US$ 346 milhões.

Segundo o secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho, o resultado significa que o Paraná não está sendo prejudicado com a política cambial. ?Alguns setores, como os de exportação, perdem alguma coisa. Mas o conjunto da economia estadual vai bem?, analisa.

O Paraná aumentou suas vendas em maio graças à ampliação das exportações de primários e também de produtos de alto valor agregado, como automóveis e motores. ?Este é uma demonstração de que os produtos primários, que foram um setor de fundamental importância na balança comercial do Paraná, caminham hoje ao lado dos industrializados?, afirma o secretário.

Outros produtos que tiveram destaque nas exportações do Paraná no mês, segundo a Secretaria Nacional de Comercio Exterior (Secex), foram os bagaços, milho, óleo de soja, açúcar de cana e carnes. Nas importações, lideraram produtos como óleo bruto de petróleo, automóveis, caixas de marchas, circuitos integrados e acessórios para tratores.