A participação das mulheres em postos-chave do Executivo federal não chega a 20%. Levantamento feito pelo Estado mostra que, dos 37 ministérios do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo menos 11 não têm sequer uma mulher em cargos de relevância. O número de ministras também é considerado pequeno. São apenas quatro: Dilma Rousseff (Casa Civil), Marta Suplicy (Turismo), Marina Silva (Meio Ambiente) e Nilcéia Freire (Secretaria de Política para Mulheres).

Os números são ruins, mas é impossível, segundo especialistas, não reconhecer que houve avanço nos últimos anos. Pesquisa feita pela professora da Universidade de Brasília (UnB), Tânia Fontenele-Mourão, reforça a tese.

De acordo com um levantamento feito pela acadêmica, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) as mulheres em cargos com relevância, como secretarias-executivas, representavam 13%. O número cresceu um pouco no governo Lula, atingindo 19%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo