Quem tem até R$ 1.000 de correção do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e esperava receber ainda em junho teve até anteontem para fazer a adesão nos correios ou no site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br).

Nesses casos, o pagamento será feito de uma só vez, a partir de 10 de junho. Na quarta-feira, dia 5, o presidente Fernando Henrique Cardoso deverá anunciar o início do pagamento. Só tem direito de receber a correção quem tinha conta do FGTS em dezembro de 1988 e/ou em abril de 1990.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, a adesão ao acordo já foi feita por mais de 15,6 milhões de trabalhadores. Quem tem até R$ 2 mil para receber precisa fazer a adesão até o final de junho para receber a primeira parcela de R$ 1.000 em julho.