A Petrobras obteve a melhor classificação entre as cinco empresas brasileiras incluídas no ranking FT Global do jornal inglês Financial Times. A estatal brasileira ocupa a 113.ª posição, um patamar 42 pontos acima da Vale do Rio Doce, em 155.ª. As demais empresas brasileiras que integram a lista das 500 maiores empresas do mundo são a Ambev (313.ª), Itaú (324.ª) e Bradesco (465.ª).

Segundo a publicação, a maior companhia do mundo é a GE (General Eletric), seguida pela Exxon Mobil. De acordo com o jornal inglês, a GE recuperou o primeiro lugar graças à queda no preço do petróleo. Em setembro, a Exon Mobil havia ocupado a liderança quando o barril de petróleo havia atingido o patamar de US$ 70. Desde então, o petróleo caiu cerca de 15%, o que levou a companhia a voltar para o segundo lugar.

Apesar da queda de preços, o setor de petróleo domina a lista das maiores empresas de mercado aberto de acordo com o valor de mercado em 21 de dezembro. Quatro dos maiores crescimentos na lista eram de grupos de petróleo e gás. A Gazprom, companhia russa controlada pelo governo, teve o maior salto, passou da 310.ª posição para o 16.º lugar, com um valor de US$ 160 bilhões.