A Petrobras assinou nesta segunda-feira (6), na Cidade do México, dois convênios com a estatal Petróleos Mexicanos (Pemex). Os convênios prevêem a realização de estudos conjuntos visando o desenvolvimento de processos de produção de óleos pesados em águas profundas e a produção de petróleo em reservatórios de carbonatos fraturados (tipo de estrutura onde se encontra o petróleo, no qual a Pemex tem tecnologia desenvolvida).

De acordo com nota enviada à imprensa, o presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli, que integra a comitiva oficial do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, manteve ainda esta tarde encontro de trabalho com o diretor-geral da Pemex, Jesús Reyes Heroles, e executivos das duas companhias.

Segundo a nota, pela manhã, o presidente Gabrielli participou da VII Reunião Plenária México-Brasil, organizada pelo Conselho Empresarial Mexicano de Comércio Exterior, Investimentos e Tecnologia (Comce). O evento foi aberto pelos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e do México, Felipe Calderón e estavam presentes ministros e empresários dos dois países.

A Reunião Plenária tem como objetivo avaliar novas oportunidades comerciais, além de analisar os temas mais atuais e controvérsias na relação econômica bilateral, visando contribuir para o crescimento do comércio e dos investimentos entre os dois países.