O preço do petróleo fechou em alta nesta terça-feira. O barril para entrega em abril negociado na Bolsa Mercantil de Nova York fechou cotado a US$ 54,60, alta de 1,32%, depois de chegar a US$ 55,15 durante o dia. O petróleo Brent, negociado em Londres, fechou cotado a US$ 52,83, alta de 1,69%. Durante o pregão, a cotação chegou a US$ 53,30 – novo recorde histórico.

O presidente da Nigéria – sétimo maior exportador mundial do produto -, Olusegun Obasanjo, pediu para que a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) aja para reduzir os preços da commodity. ?Preços muito altos e voláteis não servem aos melhores interesses de produtores e consumidores?, disse.

A expectativa é que a Opep mantenha sua atual cota oficial de produção (27 milhões de barris por dia) em sua reunião na próxima quarta-feira (16).

A possibilidade de que o cartel reduza a cota de produção tem sido um dos principais fatores para a alta de preços nas últimas semanas, devido ao temor de que, com a persistência do frio no hemisfério Norte e com o consumo sempre crescente na China, venha a haver escassez no mercado.