Os contratos futuros do petróleo sobem, invertendo as perdas do começo do dia antes da divulgação do relatório sobre os estoques norte-americanos de petróleo, que serão divulgados às 11h30 (de Brasília). A expectativa é de queda nos estoques de petróleo, em conseqüência de um aumento na taxa de utilização da capacidade instalada das refinarias para produção de gasolina e outros produtos.

Às 10h50 (de Brasília), o contrato do petróleo WTI, negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), tinha alta de 0,68% para US$ 74,06 o barril, depois de cair durante as últimas três sessões. O brent negociado na plataforma ICE, em Londres, avançava 0,13% para US$ 75,18 o barril.

Os economistas ouvidos pela Dow Jones esperam que os estoques de gasolina atinjam 510 mil barris e os de petróleo recuem 1,1 milhão barris. A taxa de utilização das refinarias deve subir 0 8 ponto percentual para 91%. Os estoques de destilados devem avançar 730 mil barris. As informações são da Dow Jones.