O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha diminuiu 5% em 2009, depois do crescimento de 1,3% em 2008, informou hoje o departamento federal de estatísticas do país. Foi o maior declínio desde o final da Segunda Guerra Mundial e superior à previsão média de analistas, de queda de 4,8%. O investimento em fábricas e maquinários despencou 20% no ano passado, as exportações caíram 14,7% e as importações, -8,9%. Programas do governo criados para sustentar o consumo deram suporte à economia: o consumo público aumentou 2,7%, enquanto o privado cresceu 0,4%.

Entretanto, esses mesmos programas de estímulo contribuíram para uma deterioração acentuada do orçamento. De acordo com a definição da União Europeia, o déficit orçamentário somou 77,2 bilhões de euros em 2009, ou 3,2% do PIB. Em 2008, a Alemanha teve um orçamento equilibrado. As informações são da Dow Jones.