Animado com o resultado do crescimento da economia brasileira no primeiro semestre deste ano, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, afirmou esta manhã, em entrevista à Agência Estado, que a atividade econômica terá uma aceleração maior no terceiro e quarto trimestres do ano.

Segundo o ministro, os números do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados hoje pelo IBGE – crescimento de 0,8% ante o primeiro trimestre e de 5,4% ante o segundo trimestre de 2006 – apontam para crescimento acima da previsão de 4,7% do governo para todo o ano de 2007. "Tudo indica que teremos um crescimento maior do que 4,7%.

O ministro disse que é possível crescer 5%, mas avaliou que ainda é cedo para uma revisão da previsão oficial. "Com toda a sinceridade, não acho mais relevante. O que é mais relevante é garantir esse porcentual de crescimento no ano que vem, em 2009, 2010…" Paulo Bernardo disse que é preciso superar os períodos econômicos de crescimento interrompido da história brasileira, que geraram o chamado "vôo de galinha".