O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão cresceu 0,9% no segundo trimestre deste ano em termos reais, informou o governo do país na segunda-feira (horário local). O resultado ficou um pouco abaixo das estimativas dos economistas, que projetavam uma expansão de 1% sobre o primeiro trimestre de 2009. Os dados indicam que houve uma retração de 0,7% na demanda interna, mas a demanda externa (resultado das exportações subtraídas as importações) cresceu 1,6%, o que contribuiu para o indicador positivo.

O gasto dos consumidores japoneses cresceu 0,8% no período, reflexo das medidas de estímulo ao consumo adotadas pelo governo. Os resultados indicam que as medidas contra a crise lançadas pelo governo japonês e a retomada da demanda externa, principalmente da China, estão finalmente tirando o Japão de uma profunda recessão. Em dados anualizados, a expansão da economia japonesa foi de 3,7% no segundo trimestre, informou o gabinete. Foi o primeiro resultado positivo da economia do país desde o 1º trimestre de 2008. As informações são da Dow Jones.