O Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul cresceu 15% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado, divulgado nesta quarta-feira, 11, pela Fundação de Economia e Estatística (FEE) e comemorado pelo governador Tarso Genro (PT) como um “pibão chinês”, reflete dois momentos da economia estadual.

O primeiro, de 2012, é a base muito baixa, prejudicada pela estiagem do início daquele ano, que quebrou a safra da soja e, em consequência, reduziu o volume de negócios em toda a economia gaúcha. O segundo, de 2013, também está vinculado à safra deste ano, desta vez excelente, que aparece nas estatísticas exatamente do segundo trimestre e impulsiona os números também das máquinas agrícolas, veículos, peças e serviços como os de transporte.

No primeiro semestre, a expansão do PIB do Rio Grande do Sul foi de 8,9%. O cálculo do PIB trimestral considera o volume produzido ponderado pelo valor do ano anterior, sem apontar números absolutos.